segunda-feira, janeiro 22, 2007

Boas e más notícias

Começamos pelas boas:

A Livraria Ler Devagar reabriu ao público, na sexta-feira. «O novo espaço é na Rua da Rosa nº 145, no Bairro Alto, em Lisboa. Vai ser uma livraria vocacionada para os livros das áreas da literatura em geral (de autores portugueses e estrangeiros)e da Filosofia, com cerca de 80m2.
Mais do que uma livraria será também um local de encontros e de concertos, lançamentos e conferências, com capacidade para 40 a 50 lugares sentados.
Agora que a Ler Devagar retoma a sua programação normal, ainda em Janeiro, pode assistir e participar na "Poesia Vadia" (4ª Feira, dia 24)- uma organização de Pedro Mota - e no Debate em volta do livro .Towards a Nonlinear Quantum Physics., de José Croca, com a participação de Rui Moreira, Jorge Valadares e J.Luís Cordovil. A organização é de Nuno Nabais e Olga Pombo
E enquanto se lê ou se ouve também se pode tomar um chá ou um café. Às Quartas das 18 às 24 horas e de 5ª a Sábado das 18 às 2 horas da manhã.»

Entretanto, dos amigos de Viseu vem a notícia do fim do projecto da Livraria da Praça: «É com enorme desgosto que informamos que a Livraria da Praça vai encerrar.
Este projecto, iniciado em Março de 2005, chega, infelizmente, ao fim. Tudo tem um fim, mas é claro que não o queríamos tão cedo! Só que a frieza dos números não nos deixa outra alternativa. Foram 2 anos de frenética actividade – fizemos perto de 150 eventos, desde exposições, tertúlias sobre os mais diversos temas, concertos, conversas (foram tantos e bons os convidados… a todos muito obrigado), workshops, cursos de vinho, lançamentos de livros, etc.
Chegamos ao fim com tristeza, mas também com a consciência – tranquila – de que tudo fizemos pela Livraria e pelos nossos Clientes.
Até encerrarmos definitivamente portas, no próximo mês de Março, o nosso horário manter-se-á, bem como as actividades já agendadas e a agendar.
A partir de hoje faremos promoções de livros, CDs e filmes (descontos até 20%), a difícil fase de liquidação total. Apareça.
Deixamos vago um espaço bonito e bem equipado, para quem o puder e quiser aproveitar (escritórios, gabinetes,… pode servir para tanta coisa!). Estamos abertos a ofertas e propostas.
Por tudo o que fizeram por nós, agradecemos a todos os nossos Clientes e Amigos (foram muitos e bons os que fizemos!!!). »
Um abraço para o Fernando e restante equipa, com muita pena pelo fim do projecto.

Uma árvore para Fiama

Todas as árvores apaziguam
o espírito. Debaixo do pinheiro bravo
a sombra torna metafísica
a silhueta de tronco e copa.
Em volta da ameixoeira temporã
vespas ensinam aos meus ouvidos
louvores. As oliveiras não se movem
mas as formas da essência desenham-se
cada dia com o vento.

Na sombra os frémitos
acalentam o pensamento
até ao não pensar. Depois
até sentir a vacuidade
no halo de flores que o envolve.
Sob as oliveiras, por fim,
que não se movem contorcendo-se,
concebe o não conceber.

Fiama Hasse Pais Brandão

Ontem de manhã estive a plantar árvores. Das cinco, adquiridas na sexta-feira, duas eram ameixoeiras temporãs, outra uma rainha cláudia, que ficou no centro de um triângulo entre duas oliveiras e um pinheiro bravo.
Só à noite soube que tinha ficado outra vez um pouco mais órfão.
Se os seus frutos forem tão límpidos como o rosto de Fiama, serão deliciosos poemas.

terça-feira, janeiro 16, 2007

Actualização de agenda

Nas próximas semanas não será possível efectuar a regular actualização do site d'O Contador de Histórias, nomeadamente da Agenda. Tentaremos compensar esta falha colocando o maior número de informação possível neste Blog.
Para quaisquer questões podem enviar email para geral@ocontadordehistorias.com ou ligar pelo 91 2568944.

Maria do Bom Sucesso Wallenstein

Faleceu ontem Maria do Bom Sucesso Wallenstein, mãe dos nossos amigos Madalena e Miguel.
O funeral realiza-se amanhã, quarta-feira, a partir das 10 horas, da Basílica da Estrela para o Cemitério do Alto de S. João.

segunda-feira, janeiro 01, 2007

Newsletter

Já está disponível a primeira newsletter de 2007. Pode ser consultada aqui.

Destaque para a conversa com a escritora Diana Mendonça, como é habito na página de entrevista. Com um livro recentemente editado pela Oficina do Livro ("Espero por ti em Paris"), Diana Mendonça conta já com três prémios internacionais que distinguiram "Receitas de Ópera" e "Receitas de Contos de Fadas", ambos com a chancela da 101 Noites.
A reportagem fotográfica foi feita na Biblioteca Municpal de Cascais, Casa da Horta, a quem agradecemos a amabilidade de ter cedido o espaço.